Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

31
Out18

Orange is the new black


Hikarry

Juntamente com Once Upon a Time e Criminal Minds, faz parte das minhas séries favoritas e foi cancelada.

É triste? É, ganhei amor por algumas personagens e vai ser difícil despedir-me, mas a série já não tinha muito mais pernas para andar. A 6º temporada não foi grande coisa, ficou muito aquém das primeiras, portanto, de certa maneira, fico feliz que esteja a acabar no auge.

Embora a 6º tenha sido uma desilusão, se ainda não viram, força ai.

 

 

30
Out18

Aquela que lê


Hikarry

Atualmente estou a reler toda a série dos livros do Harry Potter. Como são livros - que eu considero - pequenos, ando sempre com o atual na carteira ou na mochila para onde quer quê vá. 

Isso ainda não me aconteceu com estes livros, mas com os livros do Dan Brown ou mesmo do José Rodrigues dos Santos, já perdi a conta às pessoas que me dizem "Consegues ler isso tudo? Credo, és louca, só pode!". Passado tanto tempo ainda não sei como responder a essa frase e simplesmente fico calada.

Algumas das minhas amigas leem tanto como eu - a Arya, a Baby Blue -, mas há tantas pessoas da minha idade que não se deve lembrar da ultima vez que pegou num livro sem serem obrigados.

Fernando Pessoa e Eça de Queiroz são leituras que chamam a atenção de muito pouca boa gente e eu entendo que se devam estudar e ler os clássicos, mas não devia haver um mecanismo qualquer para tentar chamar o pessoal da minha idade para a leitura?

Vejo tanta gente com tanta falta de cultura e tudo o que precisavam era de um livro.

29
Out18

O facismo vence


Hikarry

Eu não queria falar disto, mas não posso ficar calada.
Tinha feito um juramento para mim propria que há certos assuntos de que não iria falar (como política e religião, embora adore debater ambos), porque detesto polêmica e gente que só consegue olhar para o seu próprio umbigo sem querer entender a parte do outro.
Mas hoje não dá.
Não consigo.
É impossível.
Como diz o ditado, a história repete se, não é?
Uma das pessoas com quem eu mais me preocupo nesta vida mora no Brasil. Foi a cara de campanha anti facista contra o Bolsonaro na sua universidade. Recebeu ameaças de morte e agora eu temo pela sua vida.
Como foram capazes de ter uma mente tão pequena?
Pessoas foram mortas por causa desse homem e ele nem sequer era presidente ainda.
Qual é a sua solução para acabar com a violência? Distribuir mais armas.
O seu discurso contra as minorias assusta me, sendo que naquele país os negros e as mulheres sao maioria e não minoria, apenas elos mais fracos constantemente oprimidos por homens que preferem distribuir armas e constituir o seu reinado no medo do que distribuir livros e abrir os olhos ao povo.
Como mulher, tenho medo.
Como homossexual, tenho medo.
Como amiga, tenho medo.
Como ser humano, tenho medo.

28
Out18

100% irónico


Hikarry

É tão bom chegar a casa, matar a alma a fazer tudo o que tínhamos a fazer e depois queimar as pestanas a estudar para ter-mos um futuro decente, sendo que nem sequer sei se estou a ir para o caminho certo, para depois me esquecer de uma misera coisa e gritarem comigo a dizer que não faço nada, que estou sempre agarrada ao computador e que nunca vou ser nada na vida.

"Faz te mulher!"

Deve ser tão bom ter memoria curta. Esquecer tudo o que eu fiz enquanto ela esteve de cama sem poder mexer uma palha, alguns dias por puro capricho.

É tão bom ser culpada e reduzida a "Faz te mulher!" por aquilo que os outros fazem.

Eu mantenho-me calada, mas, sinceramente, estou a contar os dias para sair.

Pág. 1/4

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Dr. Doutor

    Eu tive aulas de inglês com os alunos de Desporto....

  • green.eyes

    Felizmente somos todos diferentes.

  • Sweetener

    Há uma tendência natural para desvalorizar. Fui al...

  • omeumaiorsonho

    Eu segui ciêntifico os Natural e espalhei me no 12...

  • Isa Nascimento

    Atualmente, nas escolas secundárias, há uma convic...

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D