Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

02
Jul20

Macaquices Bilingues


Hikarry

Falo para aí 2 línguas (mal e porcamente, devido a má pronunciação ocasional e falta de c's aleatórios ou acentos ou coisas assim) e dou uns toques em mais algumas (e até poderia falar mais ou menos francês se não me tivesse descuidado no secundário ou se o meu professor de francês na faculdade não fosse um preguiçoso incompetente e tivesse dado alguma aula durante a quarentena). Ando, lentamente, a tentar aprender mais algumas línguas, mas se já me vejo grega a tentar lembrar-me de algumas palavras nas duas línguas que falo, imaginem quando forem mais!

Aquele momento em que sabemos a palavra numa língua e não na outra sendo que a pessoa que está connosco não fala a dita cuja é um tormento! Ainda ontem estava eu a falar de assassinatos motivados por rituais satânicos (não perguntem porquê, okay? Nem chamem a policia. Eu só tenho curiosidade e “interesses” estranhos) e empanquei na palavra adorar. Só me lembrava de worship. Lá estive eu, tal macaca, a gesticular, a tentar arranjar sinónimos, a gaguejar, a tentar explicar – sem qualquer êxito – o que é que eu estava a tentar dizer durante uns bons 10 minutos.

Eu: “Aquela coisa que se faz nas igrejas!”

Meu rico pai: “…oferenda?”

Eu: “Não! Aquilo que as pessoas fazem quando rezam aos santos ou lá o que é. Também podes fazer em casa.”

Meu rico pai: “Bem…é isso. Rezar?”

Eu:Opah, não! Worship! Aquilo que se faz quando acreditas numa coisa! Ou quando gostas obsessivamente de uma pessoa! – Pausa para pensamento. – Aquilo que os muçulmanos têm que fazer todos os dias virados para Meca, acho eu, ou quando estão em Meca.”

Meu rico pai: “Pois; rezar.”

Eu: “Não! Olha, quando nos desenhos animados antigos o pessoal está a pedir perdão e se põe de joelhos a mover os braços para cima e para baixo assim:” – Maria Hikarry procede em explicações visuais.

Não sei ambos temos baixo nível de intelecto ou somos simplesmente parvos, mas a verdade é que num jogo de charadas nem eu nem ele nos safávamos e ficaríamos presos num loop interminável de parvoíce.

Lá acabei por me lembrar que tenho o tradutor no telemóvel e finalmente descobrir a bendita palavra. Tudo só para dizer “Porque há pessoas que worship/adoram o Diabo de uma maneira tão obsessiva que fazem estas coisas.” (Que fique aqui registado que eu não acredito no Diabo, nem em Deus, nem em Allah, nem em Buda, nem em coisa que se pareça, então ninguém que se ofenda).

Mas isto é um cenário constante, para não falar nas vezes em que eu sei o que quero dizer, mas não me lembro da palavra em nenhuma língua!

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Hikarry

    Olhe que nem tinha pensado nesse caso...Até me sub...

  • Hikarry

    Mas olha que é uma bela estratégia Mais vale pr...

  • omeumaiorsonho

    aqui comemos tudo frio não venha daí uma dor de b...

  • Dr. Doutor

    Uma passagem dramática que felizmente terminou em ...

  • Hikarry

    Infelizmente parece que cada vez mais (não só em P...

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D