Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

14
Dez18

Mudar


Hikarry

Passei dois anos num projeto de crescimento mental. Amadureci, cresci, mudei.

Mas será mudar assim tão mau como dizem?

Normalmente as pessoas dizem isso quando deixas de agir como agias antes, o que faz sentido, mas será por isso mesmo, ou porque deixaste de agir como elas queriam? 

Já ouvi a frase "Tu mudaste" só nestes dois anos mais do que eu própria consigo contar.

Tudo muda e evoluiu à nossa volta, porque é que connosco deveria ser diferente? Mais cedo ou mais tarde tempos que abrir os olhos e sair da cepa torta. 

Sinto que todo este crescimento que fiz me fez bem. Tornei-me mais racional, mais calma, é extremamente difícil alguém me enervar e tirar-me da minha lógica. Adoro ter debates filosóficos sobre tudo e sobre nada e nunca pensei que me sentiria tão bem ao colocar a minha opinião em pratos limpos e lutar por aquilo que acredito sem medos. Dizer tudo o que penso sem rodeios, protegendo a minha própria sanidade, nunca fugindo aos meus princípios. Como os cristão dizem "Se nem Jesus agradou a todos, como é que eu agradaria?".

Estas mudanças só trouxeram bem à minha vida e não me arrependo de nada, apenas em alguns momentos de mais solidão me arrependo de ter deixado o meu objetivo de vida anterior de lado.

Eu passei grande parte de tempo com medo de mudar, com medo de seguir em frente e fui me atolando na própria miséria que era a minha mente e na dor que sentia, mas quando olhei para cima e vi todo um mundo ao meu redor com novas oportunidades, decidi mudar. 

Eu arrisquei e mudei aos poucos ao longo de todo este tempo.

Se voltaria a passar por todo este sofrimento porque passei? Não. Nem em sonhos. Sentir a tua vida a correr por entre os teus dedos, a fugir de ti, é uma das piores sensações que existem. Pensar no abismo escuro que a todos nos espera dia após dia é atormentador e roubou-me muitas noites de sono, mas, verdade seja dita, se não fosse todas essas noites de sono que perdi a chorar agarrada à almofada, eu não seria a mulher que sou hoje.

E sim, digo mulher e não miúda. Posso ter 18 anos, mas tenho plena noção que a minha mente está muito além e não me importo do quão narcisista pensem que sou.

"Tu mudaste" será uma frase que me seguirá para o resto da vida e não quero parar por aqui. Quero mudar mais, aprofundar os meus conhecimentos, ter uma voz nas minhas caudas, fazer a diferença.

E continuar a sentir o meu peito cheio sempre que me dizem "Tu mudaste. Estás feliz novamente."

6 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Akira

    Eu cá prefiro ver os Casados À Primeira Vista. Vol...

  • imsilva

    É verdade que se cria uma relação viciosa, quando ...

  • Sofia

    Boas leituras!

  • Luísa de Sousa

    Boa vida a da gatinha!

  • Hikarry

    Do I smell jealousy love?

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D