Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

18
Mai20

Mulheres da História: Malala Yousafzai #2


Angeline

Esta cachopa já está nos livros de história? Na minha época não estava, mas, hoje em dia se não está, deveria estar.

Malala Yousafzai nasceu a 12 de julho de 1997. É uma ativista paquistanesa e foi a pessoa mais nova a receber um prémio Nobel de sempre. É conhecida pela defesa dos direitos das crianças, principalmente, ao acesso à educação no vale do Swat, a sua terra natal, no nordeste do Paquistão, onde os talibãs impedem as jovens de frequentar a escola.

No inicio de 2009, por volta dos 12 anos de idade, Malala começou a escrever um blog (“Diário de Uma Estudante Paquistanesa”), sob o pseudónimo “Gul Makai”, quando um jornalista da BBC perguntou ao seu pai, que era dono da escola onde ela estudava, se alguns alunos estariam dispostos a falar sobre o seu quotidiano sob o regime dos talibãs. No blog ela falava sobre isso e sobre o seu ponto de vista em relação à educação dos jovens no vale do Swat. Em poucos meses a identidade de Malala foi revelada. No verão desse ano, o New York Times publicou um documentário sobre o quotidiano de Malala à medida que o exercito paquistanês intervinha na região.

A 9 de outubro de 2012, ao sair da escola, Malala foi atacada por um homem armado que a baleou no crânio, deixando-a inconsciente e em estado grave. No dia seguinte ao ataque, o ministro do Interior do Paquistão afirmou que o atirador tinha sido identificado. Malala foi operada e, a 15 de outubro, quando o seu estado clínico melhorou, ela foi transferida para o hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, na Inglaterra. Malala só veio a deixar o hospital no dia 4 de janeiro de 2013. A tentativa de assassinato desencadeou um movimento de apoio internacional.

A popularidade da Malala aumentou consideravelmente quando ela começou a dar entrevistas na imprensa e na televisão, acabando por ser nomeada para o Prémio Internacional da Criança em 2014, mas, no ano anterior, ela já tinha sido capa da revista Times, recebido o prémio Sakharov (atribuído pelo Parlamento Europeu), discursado na cede da ONU, em Nova York, e inaugurado, em Birmingham, a maior biblioteca publica da Europa. A 10 de outubro de 2014, ela recebeu o Nobel da Paz (cujo foi partilhado com o ativista indiano Kailash Satyarthi) e assim, com apenas 17 anos, Malala tornou-se a pessoa mais jovem a receber esse prémio.

No dia 29 de março de 2018, Malala voltou ao Paquistão, depois de seis anos, onde se encontrou com o primeiro-ministro paquistanês.

Atualmente, ela vive com a sua família na Inglaterra, mas ainda tem o desejo de voltar ao seu país definitivamente e entrar para a política.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Avisos

As reviews de livros, filmes, séries e afins podem conter spoilers. Comentários ofensivos ao blogger ou a outros ou de mau carácter em geral serão eliminados.

Calendário

Maio 2020

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

A ler...

Mensagens