Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Programas portugueses e as palminhas

Eu não suporto ver televisão. Vejo quando sou obrigada ou quando não tenho nada melhor que fazer, mas tento evitar ao máximo. Então, os programas da tarde ou da manhã - vocês sabem de quais estou a falar - fazem-me uma espécie total. É ridículo senhoras de meia idade e agora até jovens adultos a baterem palmas a qualquer idiotice que se diz só porque alguém lhes disse para o fazer.

Sei que são pagas para o fazer - o que, na minha opinião, também é um bocado ridículo -, mas isso torna as coisas tão forçadas, tão plasticas a ponto de não parecerem reais. Já fiz a experiência de tentar ver um desses programas da tarde e é tão óbvio quando começam a bater palmas, quando param, e...é tudo tão esquisito. São como uns robôs sem cérebro que só estão ali para ocupar o espaço.

O lado bom disto é que depois há sempre uma daquelas pérolas que a televisão portuguesa é mestre em criar que aparecem de vez em quando, tal como esta aqui:

 

  

7 comentários

Comentar post