Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

Little Crushed Heart

Aquilo em que me tornei

30
Jan17

Relações no inverno serrano


Hikarry

Este tempo mata-me. Não o consigo entender.

Claro, sou serrana e estou habituada a um frio de -5º C pela manhãzinha, só mesmo para ajudar a despertar, mas o pior é o que vem depois. Calor! Por mais nublado que esteja lá fora, depois das 11 da manhã, já me começa a subir os calores que invadem todo o canto disponível por baixo da minha camisola de pelo, as meias altíssimas - daquelas que as avós usam - e o meu cachecol, que embora pareça fraco, aquele, mais que muitos desses XPTO cheios de fru-frus que andam por ai a dar estilo à malta, miúda e graúda, homem e mulher e até cabras - sim, já presenciei uma cabra muito estilosa com um belo cachecol de lã verde e vermelho, por volta do Natal, - e não, não estou na menopausa, só sou uma adolescente - ainda!

 

 

De manhã, quando está aquele gelinho que aquece o coração e arrefece as mãos - e no meu caso deixa os pés em pedra de gelo, não importa quantas meias tenha calçadas -  sabe muito bem ter a sorte grande de ser num dia em que o lugar da minha mesa é ao pé do aquecedor, o que é um pouco raro no meu caso.

Mas, embora essa sorte me calhe apenas uma ou duas vezes durante a semana, sei as desvantagens daquele utensílio.

No inicio sabe bem, as mãos ficam quentes e até sabe melhor ouvir a doce professora de biologia (a única aula em que fico junto do aquecedor) a falar sobre a bem dita evolução e tal, mas passado 10 segundos de ter a mão em cima do aquecedor, o inferno chega à terra. Os calores das 11 da manhã chegam mais depressa e parece que a mão vai derreter, tal como o meu casaco de cabedal - material com o qual já tive más experiências junto de aquecedores - mas, mesmo assim, nunca tiro uma das mãos do aquecedor, se uma mão está quente, metesse a outra, se preciso de escrever, mete-se o joelho e quando esse começa a ferver e o medo de até a ganga derreter abala o meu pequeno coração, cruza-se as pernas e tenta encostar-se a perna ainda não aquecida no calor do inferno ao aquecedor.

 

Teimosa, eu sei. Mas o quentinho sabe bem pelos primeiros 10 segundos.

É este ritual todo até à horinha do intervalo.

 

Nesse dito cujo ficamos ao frio e é se queremos, porque os pavilhões estão a abarrotar, parecem os nerds e os geeks - grupo no qual eu acho que me incluo - numa convenção sobre Star Wars ou as lojas quando abrem as épocas dos saldos à pinha com miúdas desesperadas pela ultima moda a preço que ajude a sua carteira de estudante. A mim e ao meu gangue quase sempre nos resta a opção de ir para o frio, que até se aguenta bem até começarmos a não sentir o nariz e a ponta dos dedos.

E é esse ritual todo o santo dia.

 

Uma relação de amor-ódio com o aquecedor e uma relação de ódio-ódio com as multidões e o frio - em dias normais até às 11 da manhã.

 

Entretanto, antes de chegar a casa às 6 da tarde, já tirei o cachecol, desapertei o casaco e quando chego vou trancar-me no quentinho do meu quarto - como estou agora - e, o que acontece?

O frio volta lá fora e quando o meu pai chega a casa vê-me toda fresca e começa a discutir, pois aparentemente os pais não têm noção que a temperatura muda durante o dia e eu estou ali quentinha no momento - ou então já têm os -3º C tão escritos na pele que já não sentem outra temperatura no inverno.

Mas, não sei o que eles fazem - talvez nos roguem uma praga - mas depois de avisarem para não andarmos assim, dentro de casa e fora, e nós dizer-mos que não temos frio pelo menos uns 2 dias seguidos, a constipação aparece (este ano calhou-me a sorte de uma gripe que ainda não me passou totalmente) e depois é "brufen eu escolho-te a ti" pelo menos durante uma semaninha. 

Como é bom o frio serrano.

 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • bii yue

    Muita boa sorte! Aproveita os melhores anos da tua...

  • Hikarry

    Toda a gente me está a dizer isso e espero que sej...

  • Hikarry

    Ahah Obrigada

  • Hikarry

    Muito obrigada

  • Hikarry

    Muito obrigada Marta Espero que estejas melhor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D